Descubra os benefícios da maquiagem para a autoestima e bem-estar feminino.

O poder da maquiagem

A maquiagem ajuda a transmitir a personalidade e revela a forma que queremos nos apresentar ao mundo. É inevitável: toda mulher tem alguma insegurança relativa à aparência que acaba influenciando a forma como vive e como se comporta. Para a maioria das mulheres, trabalhar a autoestima é um processo que dura anos, mas uma boa maquiagem pode fazer a diferença em poucos instantes.

“A partir do momento que você decide cuidar de si mesma, você se ama mais e melhora sua autoestima. O maior poder e força da mulher está no seu autoconhecimento, a partir daí somos livres para buscar o que acreditamos, mas uma boa make ajuda a exteriorizar essa força”, explica a especialista em maquiagem da Spazio Vanitá, Aline Montes.

A make e a autoestima feminina

Conforme ela, são poucas as mulheres que se arriscam a sair de casa sem pelo menos uma cor nos lábios. Não por acaso, mesmo em tempos de crise, a indústria dos cosméticos continua próspera. E não há novidade nisso, trata-se de uma prática milenar.

No fundo, prevalece a crença de que um rosto mais colorido é sinal de beleza e aparência saudável. “Vejo a make na autoestima como uma forma da mulher se expressar, se conhecer e se gostar mais e isso é se respeitar. A maquiagem tem o poder de destacar e realçar tantos pontos que faz com que elas se sintam bem com a sua imagem, mais confiantes”, diz Aline. E vai mais longe. “A maquiagem é, sim, uma forma de se amar, de se sentir mais bonita, de mudar. Nada como um batom e um pouco de máscara de cílios para encarar o dia se sentindo poderosa.”

Aparência jovem e saudável

O curioso é que essa percepção encontra respaldo científico. Já há alguns anos, pesquisadores têm se dedicado a entender como a ação dos cosméticos influi na percepção e no comportamento da maioria das pessoas, provocando a impressão de que mulheres maquiadas com discrição e sem exageros são mais competentes, seguras e emocionalmente estáveis. E isso se deve, pelo menos em parte, aos cosméticos. Cremes e bases corretivas, por exemplo, deixam a pele mais lisa, aumentam sua firmeza e brilho e eliminam impurezas. Resultado: as pessoas parecem mais jovens e, principalmente, mais saudáveis.

O papel social da maquiagem

A maquiagem tem um outro papel que é de extrema importância para quem luta diariamente com a aceitação da sociedade. Mulheres com problemas de acne cística e crônica, vitiligo, cicatrizes aparentes e outros traços que fazem parte da individualidade de cada uma, muitas vezes sentem necessidade de disfarçar essas características com maquiagem, ficando mais confiantes com a transformação que um pouco de base e corretivo podem fazer.

Na adolescência, por exemplo, o papel inclusivo da maquiagem é evidente: ao disfarçar espinhas, manchas e oleosidade excessiva com make, as meninas se sentem mais seguras e menos expostas aos olhares críticos que são tão comuns e fragilizantes nesta idade.

Dicas para uma make poderosa

  • Para a sombra durar mais, é ideal passar primeiro uma camada de sombra cremosa.
  • Cílios de boneca? Aplique uma camada de máscara, espere secar e aplique outra e continue várias vezes.
  • Lápis marrom macio nas pálpebras inferiores e superiores fica lindo.
    Iluminador nos pontos-chaves dá um outro acabamento e vida para a make.
  • Umedecer o pincel levemente na água antes de passar a sombra fixa melhor e torna a cor mais intensa, e é ideal para delinear com sombra preta as pálpebras inferiores e superiores.
  • Passar uma camada bem fininha de pó translúcido depois de aplicar o batom dá um acabamento mate e também serve para uma melhor fixação.
revista-viva-harmonia-edicao-n5
Esta matéria foi publicada originalmente na 5ª edição da Revista Viva Harmonia, lançada em abril de 2017.

Deixe um comentário

Topo
Open chat