Inovações

A naturalidade dos procedimentos estéticos

Parecer mais jovem de maneira natural é o maior desejo de quem busca por tratamentos

Os avanços da estética nos últimos anos são inegáveis. A cada dia surgem novos tratamentos e novos produtos que prometem minimizar os efeitos do tempo e manter a aparência cada vez mais jovem. Porém, à medida que aumentam os recursos para a juventude, aumenta também o receio de não se obter um resultado natural.

Afinal, todos querem permanecer jovens, mas sem perder as suas características físicas e principalmente sem deixar transparecer que houve alguma intervenção médica. Ou seja, quem realiza algum tratamento estético quer que todos notem que houve uma melhora, mas sem identificar especificamente onde e o quê foi feito.

Técnicas de rejuvenescimento facial

Para que isso seja obtido, é preciso antes de mais nada o bom senso, tanto do paciente quanto do médico.

O paciente precisa alinhar as suas expectativas dentro do que é possível realizar; e o médico tem o dever de orientar o paciente sobre as melhores técnicas, sobre as áreas do corpo que realmente necessitam intervenção e principalmente olhar para o rosto como um todo.

Essa técnica, chamada de visagismo, permite que os tratamentos ajam de maneira mais natural, pois irão manter as características físicas do paciente já que as técnicas e produtos não são aplicados somente em uma ruga ou outra, mas de forma que cada procedimento aja de acordo com a sua melhor indicação e benefício, buscando o equilíbrio facial e causando uma aparência mais rejuvenescida no rosto inteiro, com harmonia e naturalidade. E além do visagismo, dermatologistas norte-americanos utilizam outra técnica objetivando a naturalidade nos tratamentos estéticos.

naturalidade-clinica-harmonia-2
visagismo-clinica-harmonia

3R´s: Renovar, Relaxar e Recuperar

A técnica consiste em passos que tornam possível controlar as melhorias gradualmente, dando tempo para que o paciente se adapte aos resultados e mantenha as linhas naturais do rosto:

R1 – Renovar: renovar a pele significa tratar as manchas, principalmente as ocasionadas pela idade e pela exposição solar; atenuar as rugas e recuperar a firmeza do rosto. Lasers e peelings são muito usados nessa etapa.
R2 – Relaxar: o relaxamento da face atua diretamente nas rugas dinâmicas, aquelas que se formam pela mímica facial. Para tratá-las, é necessário atuar na musculatura facial, com a toxina botulínica.
R3 – Recuperar: com o tempo, o rosto vai perdendo volume, e
é isso que deve ser recuperado. As partes preenchidas são as que apresentam sombras e o tratamento é feito geralmente com preenchimento de ácido hialurônico. Além de volume, a técnica também redefine os contornos faciais, hidrata profundamente a pele e estimula a produção de colágeno.

revista-viva-harmonia-edicao-n6
Esta matéria foi publicada originalmente na 6ª edição da Revista Viva Harmonia, lançada em abril de 2018.

Topo
clinica harmonia laser e estética